PSICOLOGIA APLICADA À EDUCAÇÃO


Psicologia aplicada à educação


            A Psicologia emergiu para o hall das ciências ao final do século XIX com Wilhelm Wundt e desde seu nascimento até os dias de hoje uma das áreas onde seus estudos trouxeram muitas contribuições foi a da educação.
            Jean Piaget, Henry Wallon, Alicia Fernández, Patto, Novaes, Vigotsky, Lacan, Henry Murray, Erick Erikson, Winnicott, Goleman, Cury, Byington, Prista e tantos outros, proporcionaram aos educadores novas possibilidades com seus conhecimentos e oferecendo a estes últimos estudos, para exemplificar, sobre o processo de desenvolvimento humano, a aquisição do aprendizado, entre várias outras contribuições, ao ponto de ao longo dos anos se fazer gerir uma área de aplicabilidade da Psicologia específica a educação.
            Aqui no Brasil esta nova área de atuação da Psicologia surgiu no final da década de 70 num momento em que a educação se encontrava em crise, com níveis de reprovação em alta, com as taxas de abandono escolar em grande quantitativo e outras grandes complexidades que envolviam a educação. Nesta circunstância seus gestores recorreram a Psicologia no intuito de reverter esta situação e a partir de um grande esforço várias mudanças foram propostas que naquele momento fomentaram em resultados significativos e favoráveis, fazendo surgir a partir daí estudos advindos da experiência de psicólogos atuando dentro das instituições de ensino mostrando a eminente necessidade da existência destes profissionais dentro das escolas e renovando paradigmas arcaicos da educação em vários lugares no Brasil.
E dentre as ações que produziram mudanças algumas se tornaram característica dos afazeres do Psicólogo escolar:

·         Investigar na instituição possíveis bloqueadores do aprendizado, originando disto um projeto de atuação.
·         Contribuir na elaboração e aplicabilidade de capacitações, treinamentos, entre outros.
·         Atuar diretamente, se necessário, com alunos que apresentem bloqueios.
·         Contribuir na confecção de planejamentos, P.P.P, entre outros.
·         Atuar junto à instituição promovendo discussões a respeito do desenvolvimento e do aprendizado dos alunos.

Com isso, venho através deste informativo oferecer-lhes estes serviços e outros mais, de acordo com as demandas particulares da sua instituição, com base na experiência vivenciada em instituição de ensino.

Portanto, invista na sua instituição investindo nos seus alunos.